Infância criativa inspira projeto voltado para imaginação dos pequenos

A infância criativa deixa marcas e aprendizados que vão muito além do que podemos enxergar. A paulistana Graziella Poffo é um exemplo disso. Inspirada pelo ambiente inovador da mãe artesã, confeccionava os próprios brinquedos e fantasias com os irmãos quando era criança.

 

Essa atmosfera lúdica influenciou a escolha da profissão de designer e, em 2.013, serviu de gatilho para um projeto inovador: transformar desenhos infantis em bonecos de verdade.

 

 

CRIATIVIDADE EM FOCO NA INFÂNCIA

 

O projeto Bololofos funciona em São Paulo, inclui criação e costura, criação e customização e oficinas de arte infantil. Tudo começa pelo desenho em papel - fase em que as crianças ficam mais ansiosas, observa Graziella. “Certo dia, antes de começar a atividade, uma menina perguntou se poderia fazer outro boneco caso errasse. Essa é uma questão recorrente”, conta ela.

 

 

Para ajudar os pequenos a vencerem o medo de errar e o julgamento das outras crianças, os monitores explicam que não existe certo ou errado quando se trata de imaginação. Mesmo assim, as dúvidas ocorrem.

 

“Fui fazer o outro olho do monstro e sem querer fiz esse risco enorme. E agora? Posso fazer outro?", perguntou uma aluna.

 

 

Nessa construção de conhecimento, Graziella sugeriu aproveitar o “erro” para criar. Afinal, poderia ser ainda mais divertido deixar o monstro com um olhão e um olhinho. O menor poderia servir para enxergar profundamente, identificar sentimentos como felicidade e tristeza. Já o olho grande, poderia ser usado para observar o universo e os monstros de outros planetas. A ideia foi aceita e a criança saiu dali mais confiante e com novas habilidades adquiridas na infância que servirão para a vida toda.

 

“Os pais ficam surpresos com a capacidade de realização dos filhos e de perceberem a criatividade como algo concreto”, observa Graziella.

 

 

OS BENEFÍCIOS

 

Esse trabalho é feito pela Graziella em parceria com o marido publicitário e a mãe artesã.

 

 

A maior satisfação do grupo é perceber que por meio do trabalho criativo é possível:

 

  • Fortalecer a autoconfiança das crianças de maneira lúdica e divertida;

 

  • Despertar nos pais a consciência de que o incentivo e a valorização da criatividade fomenta a autoestima dos filhos e fortalece a relação de confiança entre eles.

 

 

“Acreditamos no imenso potencial criativo das crianças. Por isso, somos instrumento para transformar essa habilidade em poderosa ferramenta de autoestima e capacidade de realização. Fazemos estudos, pesquisas e levantamos características específicas da linguagem gráfica infantil para estimular ainda mais a expressão artística da criança. A partir daí o protagonismo é dela. Os resultados são incríveis”, constata Graziella.

 

CRIATIVIDADE COMEÇA EM CASA

 

Os pais também tem papel fundamental no despertar da criatividade infantil. Veja outro exemplo de quem recebeu esse incentivo em casa e fez da criatividade profissão. 

Receba o nosso boletim

Ad
Ad