Inteligência Emocional em 3 reportagens: Birra, Culpa e Controle Excessivo

Do total de pais que responderam a uma pesquisa recente do site Papo de Infância, quase 90% disseram que um dos maiores desafios é conseguir ter Inteligência Emocional com os filhos nos momentos de estresse. Por isso, boa parte gostaria de saber mais sobre: 

 

  • Como as emoções interferem na tomada de decisão com as crianças
  • Como lidar melhor com a teimosia delas, por exemplo

 

inteligência emocional

 

Por causa desse feedback, decidi dividir o que aprendi na prática sobre esses temas através de uma "Série de três reportagens e vídeos". Ela começará na próxima semana, trará exemplos de situações que vivenciei com o meu filho de quatro anos e também o aprendizado de um curso sobre Neurociência Para Pais, ministrado pela especialista no assunto e coaching familiar, Rosalina Onimaru. A série vai indicar causas e caminhos para lidar com algumas das emoções que mais tiram os adultos do sério:

 

  • Birra Infantil
  • Culpa dos pais por determinada atitude
  • Controle Excessivo por parte dos pais

 

COMO SURGEM ESSAS EMOÇÕES?

 

A neurociência - área que estuda o sistema nervoso central, mostra como a memória guarda o aprendizado e o utiliza depois - tem sido uma importante aliada para ajudar a entender como surgem a birra, a culpa e inúmeros outros sentimentos. 

 

inteligência Emocional

 

Estudos mostram que tudo começa na gestação. O que a mãe sente e vivencia nessa fase interfere não só na formação da criança, como também nas emoções dela. Após o nascimento, o aprendizado continua através dos cinco sentidos. 

 

  • Sentiu um cheiro e lembrou de uma situação?
  • Saboreou uma comida que remeteu à infância?
  • Escutou uma música e pensou numa pessoa, num lugar, num momento?
  • Viu algo que lembrou uma atitude, por exemplo? 

 

inteligência emocional

 

Dessa forma... os cinco sentidos, em parceria com o cérebro e a memória, trazem à tona sensações físicas e psicológicas que nos remetem a algum lugar do passado. Por isso, entender como as emoções se processam auxilia a resolver conflitos do dia a dia de forma mais inteligente e assertiva.

 

QUANDO COMEÇAR

 inteligência Emocional

 

Um dos períodos mais sensíveis de aprendizado da criança é o que vai até os três anos de idade. Pesquisas da neurociência revelaram que, nessa etapa da vida, o cérebro das crianças tem uma grande plasticidade, permitindo que elas tenham ampla capacidade de aprender coisas novas. Portanto, tudo o que os pequenos recebem de informação, de estímulo e de exemplo... absorvem e reproduzem. Tudo mesmo.

 

A CONTRIBUIÇÃO DA SÉRIE DE REPORTAGENS

 

Com base nesses conceitos o Papo de Infância vai te ajudar, durante a série de reportagens, a:

 

  • Entender as causas da birra, da culpa e do controle excessivo;
  • Orientar como driblar esses conflitos
  • Ajudar a melhorar a sua relação com seu filho

 

Participe acompanhando o nosso conteúdo. 

 

 

Receba o nosso boletim

Ad
Ad