Nutrição Infantil: 5 dicas de lanche para estimular hábitos saudáveis na fase pré-escolar

Ter criatividade para enviar, diariamente, opções nutritivas e saudáveis de lanche para a escola do filho não é tarefa simples. Principalmente quando a rotina dos pais é corrida e o tempo escasso.

 

 

Mas fique atento: a fase pré-escolar (de 2 a 6 anos) é uma das que mais merecem atenção no quesito alimentação. Sabe por quê?

 

  • É nesse período que a criança forma os hábitos alimentares e se prepara para a fase escolar – que começa aos sete anos e serve de base para o estirão - o pico de crescimento;

 

  • Alimentação inadequada na fase pré-escolar também pode causar deficiências nutricionais e comprometer o desempenho da criança na alfabetização. As deficiências de vitaminas e minerais são outra consequência que, por sua vez, podem afetar a visão, o desenvolvimento dos ossos e o crescimento;

 

  • A criança que adquire hábitos alimentares inadequados na fase pré-escolar é uma forte candidata a desenvolver doenças crônicas na adolescência e na fase adulta.

 

Nesse contexto, a melhor contribuição que os pais podem dar é o exemplo. Como é no período dos 3 aos 6 anos que os pequenos formam as preferências alimentares, eles tendem a seguir quem está ao redor. Por isso, incentive a ingestão de nutrientes essenciais nessa fase, até mesmo na hora de fazer um simples lanche. Entre eles, estão:

 

 

  • Cálcio: encontrado no leite, derivados e vegetais verde-escuros;

(nunca ofereça esses alimentos no almoço ou jantar porque o cálcio compete com o ferro na absorção dos nutrientes)

 

  • Ferro: comum nas leguminosas e carnes;

 

  • Proteínas: presente nas carnes;

 

  • Ofereça os alimentos na forma mais natural possível;

 

  • Evite, sempre que possível, refrigerantes e outros alimentos industrializados, além de bebidas açucaradas como os famosos sucos de caixinha. Eles têm excesso de açúcar e nenhum nutriente;

 

  • Cuidados com os alimentos light (reduzem gordura, mas dobram o teor de açúcar e sódio) e diet (têm menos açúcar, mas são ricos em gorduras e sódio);

 

Nada disso é novidade, correto? Mas por falta de tempo, muitas vezes, o que não é ideal entra para a rotina alimentar. Entre as dicas para driblar essa prática estão:

 

  • Planejar as refeições da criança semanalmente;
  • Saber que lanche oferecer nos dias de creche ou escola.

 

Para te ajudar, a nutricionista infantil Ana Karolina Moriel sugere as seguintes opções de cardápio:

 

 
Lanche para segunda-feira

  • Mini pão sírio recheado com pasta de ricota, salsinha, orégano
  • 3 morangos picados
  • Iogurte natural

 

Duas dicas importantes: quanto menos ingredientes no lanche, melhor. Quanto ao morango, ele deve ser orgânico porque é o alimento líder em contaminação por agrotóxico.

 

 

Lanche para terça-feira

 

  • 1 fatia de pão integral com manteiga
  • 1 fatia de queijo minas padrão
  • Suco de maracujá feito em casa (garrafinha de 200ml)
  • ½ maça picada

 

Ana Karolina orienta não oferecer margarina para crianças porque esse produto contém gorduras manipuladas industrialmente e de baixa qualidade.

 

"Uma boa opção é a manteiga Ghee clarificada, que passa por um processo de remoção de toxinas", orienta ela.

 

 

 

Lanche para quarta-feira:

 

  • 1 fatia de bolo 
  • Suco laranja (garrafinha 200mL)
  • Uvas sem caroço

 

 

 

 

Lanche para quinta-feira

 

  • 1 Banana picada
  • Aveia para ser adicionar à banana (1 colher de sopa)
  • Iogurte natural

 

 

 

 

Lanche para sexta–feira

 

  • 3 ovinhos de codorna cozidos, 3 tomatinhos cereja e orégano
  • Suco de goiaba
  • ½ pera picada

 

 

 

ALMOÇO E JANTAR

 

  • 1 tipo de cereal ou tubérculo (arroz, macarrão, batata, inhame ou batata doce)

 

  • 1 tipo de leguminosa (feijão, ervilha, lentilha ou grão de bico, entre outras)

 

  • 1 tipo de proteína (Peixe, frango, carne vermelha ou ovo) 

 

  • 2 tipos de vegetais, pelo menos (1 folhoso e 1 legume)

 

  • Suco: o mercado de alimentos orgânicos oferece produtos isentos de conservantes e sem adição de açúcares, o que pode ser uma boa opção. Ah! Verifique o prazo de validade. Se for maior do que um mês, o suco tem conservante na composição.

 

 

Não tem tempo de preparar isso todo dia? Não tem problema.

 

  • Reserve algumas horinhas na semana;
  • Prepare as porções de uma só vez;
  • Congele em potes de vidro para evitar contaminação das embalagens de plástico.

 

CLIQUE AQUI E ENTRE PARA O GRUPO DE PAIS ENGAJADOS. RECEBA, GRATUITAMENTE, NOSSO CONTEÚDO

 

Se quiser outra dicas, é só Clicar Aqui

 

Você também pode se aprofundar nesse assunto assistindo ao documentário Muito Além do Peso, que segue abaixo. Ele fala sobre obesidade infantil e propõe uma reflexão sobre o papel da família e da escola, por exemplo, a respeito desse tema.