6 dicas para viajar com criança para o exterior sem receio

Muitas vezes os pais têm receio de viajar com criança pequena para o exterior por diversos motivos: Como será o comportamento deles no avião? Será que vão estranhar o clima e a comida? Se ficarem doentes sem o pediatra por perto? E os hotéis, oferecem boa estrutura?

 

viajar com criança

 

Perguntas que a jornalista Andréa Bochi, mãe de um casal, tira de letra. Ela conta que, quando a filha Juliana tinha um ano e dez meses (hoje ela tem quatro aninhos), a família viajou para Orlando, nos Estados Unidos. Era aniversário de 15 anos do filho mais velho e ele queria comemorar na Disney. Andréa e o marido não relutaram em embarcar nessa aventura.

 

A partir dessa experiência e de outras viagens para o exterior com Juliana nos últimos anos, Andréa decidiu compartilhar algumas dicas para encorajar outros pais a fazerem o mesmo. Veja só:

 

PEDIATRA ANTES DE VIAJAR COM CRIANÇA

 

Antes de viajar com criança, vá ao pediatra e peça receitas de medicamentos. Lembre-se de se prevenir para casos de febre, dores, enjoo, infecções ou inflamações. Compre os remédios e leve juntamente com as receitas.

 

Fique atento, ainda, a outro detalhe: durante o pouso do avião, a criança pode apresentar dor de ouvido. Para prevenir esse problema, recomenda-se que a criança mame no peito ou na mamadeira, chupe chupeta ou beba água no copo. Essa orientações estão disponíveis na Cartilha de Medicina Aeroespacial do Conselho Federal de Medicina.

Já no local do passeio, o clima e o fuso horário também podem causar inconvenientes como dores de cabeça e de ouvido. Uma alternativa, segundo pediatras, é lavar o nariz com solução fisiológica. É válido, ainda, ter em mãos um analgésico de uso habitual, previamente prescrito pelo pediatra.

DOCUMENTOS

 

É importante lembrar que para entrar na maioria dos países, exceto os do Mercosul, os brasileiros precisam apresentar passaporte, inclusive para crianças menores de seis anos. Portanto, verifique os documentos exigidos com antecedência.

 

Para fazer o passaporte de menores de 18 anos é necessária autorização expressa dos pais ou do responsável legal e o menor deverá, obrigatoriamente, estar presente no momento do requerimento e da retirada do documento. Para verificar outros detalhes, CONFIRA AQUI.

 

O QUE COLOCAR NA MALA

 

Dependendo do destino escolhido para viajar com criança, não deixe de levar bastante roupa de frio. Isso inclui mantas, meias e toquinhas. Em muitos países, considerando a estação do ano, a temperatura chega a ficar abaixo de zero.

 

Afinal, com exceção de algumas regiões do sudeste e sul do país, não temos nada parecido com o frio europeu e de alguns países da América Latina.

 

Portanto, para os destinos fora do Brasil, invista em boas meias e legging para usar por baixo do jeans, por exemplo. Lembre-se ainda que, ao entrar em um lugar fechado com calefação, vai estar bem quentinho. Isso significa que será preciso retirar todas aquelas camadas de roupas. Então, prepare o seu filho com looks adequados por baixo.

 

viajar com criança

 

EM VEZ DE HOTEL, ALUGUE UM IMÓVEL

 

Segundo Andrea, é mais vantajoso alugar um imóvel do que fazer reserva em hotel. Se esse procedimento for feito com antecedência, você pode economizar em torno de 50%.

 

Em uma casa ou apartamento alugado a família fica mais à vontade. Além disso, há estrutura para lavar roupa, se necessário, e preparar as refeições que a criança costuma comer normalmente. Além disso, os pequenos se sentem mais ambientados.

 

viajar com criança

 

ALIMENTAÇÃO AO VIAJAR COM CRIANÇA

 

Quando fizer o check-in para o embarque, verifique se a companhia área oferece refeição especial ou algum outro benefício para quem vai viajar com criança de até seis anos de idade.

 

Em muitos países do exterior a culinária é bem diferenciada, há variedade de fast foods ou alimentação especifica da região. É difícil encontrar um restaurante que sirva arroz, feijão, verduras e legumes.  Portanto, se a criança se alimenta com sopinhas e frutas é aconselhável levar um pequeno estoque de papinhas prontas, dessas de potinho que compramos no supermercado.

 

Se não for possível ou se a criança quiser outras opções, visite os hipermercados do destino escolhido, onde encontra-se de tudo. Para obter outras informações, CLIQUE NA FOTO ABAIXO:

 Papinha de viagem

 

NO AVIÃO

 

Para evitar que a criança fique incomodada com a sensação de ouvido tampado por causa da mudança brusca da pressão atmosférica quando o avião estiver no ar,  os pediatras aconselham o uso da chupeta ou mamadeira. Mascar chiclete ou  algum alimento também ajuda a equilibrar a pressão no ouvido,  pois além de forçarem a movimentação dos músculos da face, as atividades estimulam a deglutição, que ajuda a liberar o ouvido da sensação de incomodo.

 

Agora, é só se programar e pensar na próxima viagem.

 

Ah! Andréa lembra, ainda, que é fundamental contar com a ajuda do marido e de outros acompanhantes, se houver, para que todos aproveitem o passeio.  Agora em fevereiro a família dela visitou a Itália onde fez, de carro, o trajeto Roma - Milão.

 

Essa reportagem foi escrita por Vândia Ribeiro, do blog Destino Família