História para aquietar as emoções em tempos de pandemia

 

Quem está atravessando a quarentena imposta pelo Coronavírus com criança em casa, sabe: não é fácil cumprir todas as tarefas e, ao mesmo tempo, distrair os pequenos. Haja criatividade e disposição para dar conta de tanta energia!

 

Em meio a essa nova dinâmica, reservar alguns minutos do dia para contar uma boa história ajuda a acalmar os ânimos. Mas para que este momento seja, de fato, lúdico e divertido é importante estar atento a alguns detalhes.

 

  • Desligar o celular para estar, realmente, presente neste momento;

 

  • Escolher uma história conhecida para que a narração seja espontânea;

 

  • Estar atento à faixa etária. Crianças com idades entre 1 e 4 anos adoram bichos, cores e flores. Já as de 5 anos gostam de histórias de monstros, dinossauros e heróis. As que têm de 6 a 10 anos preferem ler junto e escolher os próprios livros;

 

  • Incluir algumas particularidades de expressão na hora da leitura, como levantar as sobrancelhas, dar uma risada engraçada ou um suspiro. Esses detalhes ajudam a tornar a contação marcante;

 

  • Ler com calma e deixar a criança questionar os acontecimentos.

 

Se você quiser uma sugestão de livro, anote esta: " "Sinto o que Sinto", do ator e escritor Lázaro Ramos. O livro conta a história de Dan, uma criança que se depara com medo, ciúme, timidez, orgulho, felicidade e muitos outros sentimentos. Além de divertida, a história ajuda a identificar e nomear sentimentos. Algo importante não só para o desenvolvimento emocional do ser humano, como também para valorizar a ancestralidade. O meu filho de seis anos adorou! Agora, é só colocar as dicas em prática e se divertir com os pequenos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *